5 razões pelas quais alunos inteligentes são melhores contratações do que pessoas inteligentes
Comunicação

5 razões pelas quais alunos inteligentes são melhores contratações do que pessoas inteligentes

Contratar um funcionário é um dos maiores investimentos individuais que as empresas precisam fazer. Os empregadores podem maximizar seu investimento contratando pessoas que podem lidar com várias tarefas, em vez de pessoas especializadas em uma área. Não é surpresa que a produtividade e a versatilidade estejam crescendo rapidamente como características importantes a serem consideradas no processo de triagem.

Alunos inteligentes entendem a importância da aprendizagem estruturada e do gerenciamento do tempo. Um estudo mostra que os franceses trabalham em média 20% menos horas do que o resto do mundo, mas ganham quase a mesma quantidade de dinheiro. Como isso é possível? Produtividade.

A produtividade é mais profunda do que saber quando responder a e-mails ou ficar longe das redes sociais. Está enraizado no desejo de maximizar suas horas de trabalho. A melhor maneira de fazer isso? Comece a aprender deliberadamente.

Não jogue coisas na parede para ver o que gruda. Descubra as informações exatas necessárias para ajudá-lo nas tarefas com as quais você pode não estar familiarizado. Isso evitará que você perca tempo aprendendo coisas que nunca usará. E é exatamente isso que os alunos inteligentes fazem.

1. Eles se concentram

Eles entendem que é melhor trabalhar em uma tarefa de cada vez. Tentar realizar várias tarefas amplia sua capacidade mental de aprendizagem. Quando alunos inteligentes têm uma tarefa, eles se concentram nela até que seja concluída. Isso permite que eles coloquem mais esforço em tarefas únicas e, como consequência, se tornem melhores gerenciadores de tempo.

2. Eles aprendem com eficiência

Isso vai mais além do que apenas se concentrar. Compreender a aprendizagem deliberada permite que alunos inteligentes aproveitem suas horas de trabalho e aprendam apenas as informações mais essenciais, conforme necessário. Eles passam o tempo adquirindo conhecimento onde é importante e no momento correto.

Alunos inteligentes evitam que se preocupem com informações não essenciais. Concentrar-se apenas no essencial permite que conservem sua energia e aprendam o máximo de informações necessário. Quando aprendem dessa maneira, muitas vezes são capazes de colocar seu conhecimento diretamente em ação. Isso, por sua vez, ajuda a solidificar o que foi aprendido.

3. Eles filtram informações

Com a Internet, podemos pesquisar e encontrar quase todas as informações que desejarmos. O problema é que nem todas as informações são boas. Uma estratégia que os alunos inteligentes usam é apenas escolher aprender com as fontes mais confiáveis. Isso garante que as informações sejam confiáveis ​​e valham a pena ser aprendidas.

Filtrar informações para utilizar apenas os recursos mais confiáveis ​​aumentará a produtividade do aprendizado. Como consequência, um aluno inteligente aprenderá a reconhecer a escrita de alta qualidade. Depois que você souber como são as informações de alta qualidade, é fácil pular o buço.

4. Eles são preguiçosos.

Na verdade, isso é um elogio. Alunos preguiçosos (espertos) encontram a maneira mais rápida de fazer as coisas. Isso se alinha diretamente com o conceito de hacking. Encontre o caminho de menor resistência e execute sua tarefa mais rápido.

Ser preguiçoso permite que os alunos gastem o mínimo de energia possível. Por sua vez, eles são capazes de conservar sua energia para quando realmente precisam. A produtividade é aumentada e a energia é economizada apenas para as informações mais importantes.

5. Eles são humildes

Pessoas inteligentes geralmente são altamente educadas em ambientes estruturados. Alunos inteligentes têm uma capacidade maior de aprender de forma independente.

A falta de um ambiente estruturado força os alunos a buscarem as informações por conta própria. Muitos erros geralmente são cometidos no processo. Isso pode ser útil para aqueles que aprendem com seus erros. Alunos inteligentes entendem que eles não sabem tudo - e geralmente são menos avessos a riscos e não têm medo de cometer erros.

Contratar um aluno inteligente permite que as empresas aumentem as horas de trabalho produtivas. Alunos inteligentes não buscam apenas informações por conta própria, mas se concentram em aprender apenas as informações mais essenciais conforme necessário. Isso permite que a gerência gaste menos tempo gerenciando e os funcionários mais tempo para se concentrar em suas tarefas.

É fundamental filtrar as informações e decidir o que é imediatamente importante. A maioria dos empregadores não pode pagar quantos funcionários precisam. É aqui que entra a contratação de pessoas versáteis que podem aprender por conta própria.

A contratação pela versatilidade e produtividade que os alunos inteligentes proporcionam pode economizar muito dinheiro para os empregadores. Pagar um salário um pouco mais alto é muito melhor do que pagar três ou quatro salários um pouco mais baixos. No futuro, veremos os funcionários assumindo mais responsabilidades e trabalhando em várias funções.

Não é suficiente simplesmente gerenciar seu tempo. Você precisa saber como usá-lo de maneira eficaz.

Crédito da foto em destaque: menina e um laptop no parque via shutterstock.com